terça-feira, 10 de agosto de 2010

Pais: Amigos ou Inimigos?

Mary Bell, assassina aos 11 anos de idade.
Uma criança não precisa somente de comida, roupas e saúde para ser completa, além disso é preciso muita dedicação, amor e paciência. A infância de uma pessoa é o momento em que ela mais percebe sua personalidade, seus gostos, manhas e jeito. E durante os anos isso vai se aperfeiçoando mais e mais, por tanto quando uma criança é tratada mal, rejeitada, humilhada, desrespeitada isso poderá causar diversas doenças psicológicas: Transtorno de Ansiedade, TOC, Depressão aguda, Complexo de Inferioridade, Esquizofrenia e até mesmo PSICOPATIA.
É, muitos seres que procriam que se dizem ''pais'' maltratam os filhos não só fisicamente, mas verbalmente e psicologicamente também. O que eu acho um absurdo porque o pai e a mãe foi feito por Deus(ou aquilo que você crê) para proteger a criança, estimula-la, dar amor e apoio e não destruir seus sonhos e sua mente! A opinião dos pais vale muito, se o pai diz que a criança é feia/estranha irá transformar a criança em iuma pessoa insegura da própria aparência, mesmo que seja linda e mesmo que TODOS digam à ela que ela é linda, por dentro irá se sentir feia e pior ainda se a criança realmente tiver um desvio de beleza, outras crianças irão zombar dela e isso irá acabar com o auto-estima dela. Quando uma mãe fala que seu filho é burro, diversas e diversas vezes poderá marca-lo para sempre, e uma marca muito pior que pancadas. Lembro-me de um exemplo que soube de um ex aluno da FAETEC de Quintino, o garoto tinha se descobrido gay e tinha decidio após muito sofrimento dentro de si mesmo contar aos pais sua orientação sexual, seu pai o humilhou, disse que preferia que o filho estivesse morto do que ter um filho gay. Em prantos, desesperado com apenas 16 anos, o garoto bebe muito e se suicida, ele se joga nos trilhos do trem. O pai dele era tudo que ele tinha, deveria ter confortado ele, quando a sociedade tratou ele como lixo, deveria ter AMADO ele quando ele mais prescisou e o que ele fez? O desprezou. Esse remorso ele levará para o resto da vida por um momento de ignorância e preconceito e total falta de amor para com o filho.
Tenho diversos exemplos a citar de pais perversos da história, tal como a mãe de Mary Bell, a prostituta Betty McCrickett que a obrigava a pobre Mary a se drogar e a se prostituir aos 3 anos de idade com diversos caras; violências sexuais graves como: anal, oral e vaginal. O que desencadeou na filha um desvio de conduta gravissimo, com isso começou a sentir ódio bem nova, e quis despejar esse ódio assassinando pessoas, talvez a assassina mais nova da história Mary Bell cometeu seu primeiro assassinato aos 11 anos de idade, sinceramente não sei como ela não se matou. A maioria dos psicopatas tiveram uma infância traumatica com pais abusivos. Jack Estripador, John Wayne Gacy Jr.(O pai o espancava e o chamava de garotinha), Ted Bundy(A mãe o criava como sobrinho, e tinha mais 4 filhos que tratava muito bem) e diversos outros.
Há pais que obrigam os filhos a seguirem uma carreira que era sonho deles e não conseguiram concretizar e humilham os filhos e destroem seus sonhos.
Há também pais que jogam seus filhos fora, como bolsas rasgadas. Pais que estupram as filhas, as netas e por aí vai. Mães e pais que espancam até a morte seus filhos.



Pense nisso.

8 comentários:

  1. Muito bom, amor.
    Como sempre, não dava para esperar menos de você, né?
    Um tema realmente muito complexo e reflexivo, como todos os outros que você posta.

    É complicado quando um pai acha que por ser pai, ele tem o "poder absoluto" sobre o filho, e pensa que o que ele diz, acha, ou pensa, é o certo.
    Quando na verdade, ele deveria estar ensinando o filho, e mais, deveria estar respeitando e apoiando os ideais diferentes do filho, até porque, ninguem é igual.
    Quando respeitamos as diferenças, as igualdades se aproximam, e a familia fica feliz junta.
    Quando a diferença é ignorada e tratada como erro, a familia tende a se distanciar e discordar.
    É assim, cada um deve respeitar o pensamento do outro, tendo em mente que pai e mãe, são para educar e ensinar, não para impor.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, um ótimo texto. Acima de tudo, um tema muito polêmico e que deveria ser mais abordado. Como você mesma disse, a maioria dos serial killers e outros psicopatas foram mal tratados durante a infância.

    Bem diria minha avó, é de pequenino que se torce o pepino. [ODEIO ESSA FRASE] XD

    ResponderExcluir
  3. Achei muito boa a postagem!
    Falou algumas grandes verdades, as vezes esquecidas ou negligenciadas..
    Muito bom!
    ;D

    ResponderExcluir
  4. Acho que os pais são pais e pronto. Amigo ou inimigo não entra muito no prisma, já que ele tem que ser herói e carrasco todo dia.

    Mas gostei da abordagem da postagem, muito boa.

    Inclusive tenho um post que fala um pouco do estilo de educação nos dias de hoje e, caso vc se interesse, dê uma lida.

    http://espaguetevoador.blogspot.com/2010/08/bonecos-de-acucar.html

    ResponderExcluir
  5. Existem pais de tudo quanto é forma.. e nem sempre certas pessoas a gente pode realmente dizer "PAI" ou "MAE", pai não é quem coloca no mundo. É quem cria, e muito bem criado.

    ResponderExcluir
  6. Passando pra avisar que você recebeu um selinho do blog Macho Alfa. Pega ele lá *-*

    www.amachoalfa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Tem certos Pais que são os seus Piores Inimigos!!! O Meu Pai foi e é o Destruidor de tudo que seria um LAR... Eu sou uma pessoa feliz em qualquer lugar, menos quando estou dentro de casa!!!

    ResponderExcluir

Primeiramente obrigada por estar aqui lendo meu artigo, espero que tenha gostado. Coloque para fora o que achou do texto e VOLTE SEMPRE!